segunda-feira, 17 de maio de 2010

{no coração de um beija-flor}

comecei a minha viagem no coração de um beija-flor em 1999.

desde então, viajei no coração do mocho, da águia, do falcão... com todos eles fui aprendendo as lições da vida.

quando pensei que já sabia tudo, descobri que estava errada: faltava-me viajar com a gaivota...

com ela, aprendi que há um lugar, no nosso coração, que conhece todas as verdades [“o facto de não ser reconhecida, não faz com que a verdade deixe de ser verdadeira*”].

só é necessário acordarmos o menino adormecido que existe dentro de nós. assim, a verdade fica mais clara aos nossos olhos.

agora posso dizer que já sei muito, mas que não sei tudo. e que não faz mal. afinal, tenho a vida inteira para continuar a aprender. e isso é o essencial, o “anel invisível”.

obrigada por me teres levado no teu coração.

estaremos sempre juntos, porque estamos sempre lá, entre um voo e outro.


[para am... porque a minha vitória é também a tua vitória...]


* richard bach in não há longe nem distância

5 comentários:

Chica disse...

Muito lindo!uma semana assim também!beijos,chica

Rogério Pereira disse...

Olá beija-flor
porque
escolheste esse azul para beijar?
(cor que me dá tanto que pensar...)

Letícia ♥' disse...

oiie!
tem dois selinhos pra vc nest post: http://algudaumdoce.blogspot.com/2010/05/selinhos.html

beeijO! (:

Olga disse...

Adorei este livro.

caminhante disse...

poderá a distância separar-nos realmente dos amigos? se quiseres estar com alguém, não estarás já lá?

[estaremos sempre juntos]

bjos