quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

{rewind}


lembro-me de chegares. trazias qualquer coisa dentro do teu casaco... o que trazes aí? a tua prenda de natal... posso ver já, posso? vá lá!!!

abriste o casaco e na tua mão estava uma coisinha muito pequenina, branquinha com duas manchinhas castanhas em volta dos olhinhos. um cãozinho?! sim... agora tens de ser tu a tratar dele, segura-o devagarinho. cuidado, é muito pequenino. e era! cabia na mão da minha mãe! eu tive que usar as duas porque eu também era pequenina.

a pantufa cresceu ao meu lado e eu cresci com ela. aprendemos muitas coisas juntas. para onde eu ía, ela seguia-me, sempre com o rabito a abanar.

quando a minha irmã nasceu, a pantufa tornou-se a sua "sombra". não permitia que ninguém tocasse na bebé e chegou a salvar a minha irmã, por várias vezes[a minha irmã era assim, como eu: só se metia em sarilhos. quando a pantufa pressentia algum tipo de perigo para a bebé, ficava louca a ladrar e a puxar a saia da minha mãe].

aquele natal, lembro-me, foi o melhor natal da minha vida...

8 comentários:

Chica disse...

Eles ficam pra sempre em nossas memórias e lindas recordações.beijos,lindo e feliz Natal! chica

Rogério Pereira disse...

DEi-lhe um sorriso
Não ligou nada
andava aqui
entregue à bicharada

caminhante disse...

chica, é isso :) beijinhos natalícios e feliz natal também!!!

rogério, recebi o seu sorriso e sorri de volta. está a custar voltar de vez... mas, aos poucos, vou aparecendo. obrigada pelo seu carinho, querido caminhante :) beijinhos ternos e feliz natal :)

Rosa Carioca disse...

Essas "prendas" ficam para sempre nas nossas memórias mais doces.
Um Feliz Natal e que 2011 traga só Momentos Especiais.
(gosto muito de vir aqui)

caminhante disse...

obrigada, rosa :) eu também gosto muito de a visitar! um feliz natal e muitos beijinhos para o ano novo :)

cc disse...

Que doçura de lembrança! Eu também tive uma cadelinha bebé que se chamava pirata por ter uma mancha num só olho lol ela também cresceu comigo. E agora deixaste-me com uma lágrima a correr porque senti uma saudade enorme dela :,)

mafaldinha disse...

Mais uma histórinha fofinha que queridinha. Arghhhh!!!! És uma lamechas, porra! Ai, desculpa que não se pode dizer porra aqui que tu não queres.

lol

Brown Eyes disse...

Os animais fazem a diferença e é impossível esquece-los. Os cães fazem-me brilhar os olhos. Beijinhos