domingo, 26 de setembro de 2010

{baby steps}



namorar é estar bem com a vida,
sorrir o sorriso da criança…

19 comentários:

Pedro D. H. disse...

namorar é uma conquista e você tem que estar de bem com a vida antes de chegar lá.

Miguel disse...

Já sei namorar
Já sei beijar de língua
Agora só me resta sonhar
Já sei onde ir
Já sei onde ficar
Agora só me falta sair

Não tenho paciência pra televisão
Eu não sou audiência para a solidão
Eu sou de ninguém
Eu sou de todo mundo
E todo mundo me quer bem
Eu sou de ninguém
Eu sou de todo mundo
E todo mundo é meu também

Já sei namorar
Já sei chutar a bola
Agora só me falta ganhar
Não tenho juiz
Se você quer a vida em jogo
Eu quero é ser feliz

Tô te querendo
Como ninguém
Tô te querendo
Como Deus quiser
Tô te querendo
Como eu te quero
Tô te querendo
Como se quer

mafaldinha disse...

E está tudo dito! Muito bem dito ;)

Rogério Pereira disse...

...e escrever cartas de amor, ridiculas. Só faltava esta, não?
(ou pelo menos era assim em tempos idos...)

Beijos a pedido do Fernando Pessoa

caminhante disse...

sim, pedro... é isso, é mesmo isso.

miguel, "agora só resta sonhar" :)
[e um beijinho para a tua bonequinha, deve estar linda!!!]

obrigada, mafaldinha :)

rogério, eu adoro cartas de amor, principalmente, as ridículas. lembro-me das cartinhas que trocávamos, na escolhinha primária [terminavam sempre com a mesma frase "desculpa os erros" lol ]...

e também adoro pessoa

abraçinho...

Rogério Pereira disse...

O Fernando Pessoa, disse-me para te entregar este poema...

Todas as cartas de amor são
Ridículas.
Não seriam cartas de amor se não fossem
Ridículas.

Também escrevi em meu tempo cartas de amor,
Como as outras,
Ridículas.

As cartas de amor, se há amor,
Têm de ser
Ridículas.

Mas, afinal,
Só as criaturas que nunca escreveram
Cartas de amor
É que são
Ridículas.

Quem me dera no tempo em que escrevia
Sem dar por isso
Cartas de amor
Ridículas.

A verdade é que hoje
As minhas memórias
Dessas cartas de amor
É que são
Ridículas.

(Todas as palavras esdrúxulas,
Como os sentimentos esdrúxulos,
São naturalmente
Ridículas.)


Álvaro de Campos, 21/10/1935

Fê-blue bird disse...

Namorar é ser criança...uma e outra vez!

Que olhos lindos, iguais aos seus!

beijinhos amiga.

Marta disse...

Acredito nisso, namorar é ser uma criança, desde a doçura à sua inocência.

Poetic GIRL disse...

Tenho saudades dessa sensação, de se estar feliz, apenas por estar, bjs

Insana disse...

Namorar e a cada dia.

bjs
Insana

Rei da Lã disse...

Isso é ao princípio...

:D

Theresa disse...

Se todos sorríssemos mais, o mundo não estaria tão cinzento.

Madalena disse...

Desculpa o balde de água fria mas eu estou com o Rei. Lá diz o ditado: "Namoro é ramo de souto, vai um e vem outro"

;)

dandelion disse...

Boa Madalena,hihihihihi ;)

Lady in high heels disse...

Mada e Dandelion: que bonitas que estão!!! Isso é tudo sorte ao jogo? Uhmmmm???

Caminhante tens toda a razão. Deixa as más línguas para lá. O que importa é namorar :)

anita disse...

E que sorriso lindo esse que tu escolheste para ilustrar o teu post :)

Brown Eyes disse...

Suzana devia ser assim mas nem sempre o é. Nem sempre o namoro nos põe aquele sorriso nos lábios, há muita gente que vive no namoro um calvário. Parece que muitas vezes a violência começa no namoro, há que reconhecer esses sinais e evitar que se afundem. Beijinhos

Mané disse...

Ai!!! Isso agora....

cc disse...

Tão bonito e linda a fotografia. Gostava que isso fosse assim.