quarta-feira, 13 de abril de 2011

{looking down the road}


sinto-me, cada vez mais apreensiva com esta situação. revolta. sim, também me sinto revoltada. a mentira [conhecida mas não reconhecida] começa a mostrar a sua face [assustadoramente, sombria].



o ministro das finanças reconheceu ontem que portugal só tem dinheiro disponível até maio.

até há poucas semanas atrás, não necessitávamos da ajuda externa. hoje, descobrimos que não há dinheiro. para os salários. para os medicamentos utilizados no dia-a-dia dos hospitais. para os refeitórios das escolas. para a acção social. para tudo.

há poucas semanas atrás, estava tudo bem.
em maio, estaremos falidos.
totalmente.

gostaria de saber[mesmo] até quando o ministro das finanças e amigos estariam dispostos a continuar com a mentira... e pergunto-me o que estariam a ganhar com tudo isto.

apesar de tudo estar como está, muitos são os portugueses que manifestam o seu total apreço pelo primeiro ministro demissionário e garantem o seu apoio ao governo[que juntamente com anteriores governos... desde 74] arrasaram com o nosso país.


a questão:


estes portugueses... serão, assim, tão ignorantes?

[é que ainda são bastantes...]

pics @ & @

16 comentários:

Pronúncia disse...

Não és a única a sentir isso. Parece que temos mesmo o (des)governo que merecemos... :(

Rogério Pereira disse...

Os portugueses não são
apenas estão

Ah se soubessem
que o saber não ocupa lugar
não se teriam
deixado
estupidificar
(um dia hão-de acordar
e nunca é tarde demais)

Fê-blue bird disse...

Amiga:
Também me tenho interrogado sobre isso, será que estamos todos a viver no mesmo país?
O que se passa afinal, para tanta gente estar ao lado do querido líder?
Não compreendo e estou quase a desistir de compreender :(

Beijinhos

Thê disse...

Eu também não entendo nada do que se está a passar neste país! Parecem cegos e como dizes parecem ignorantes! Acho que que já não há remédio para tanta ignorância!

Polly disse...

Pois...até eu estou sem ideias, sem esperança, e sem palavras...

Kisses e um bom fim de semana, Polly

Catsone disse...

O que preocupa é o facto de os portugueses ainda considerarem votar nestes fulanos. No entanto, olhamos para as outras bancadas e... nada. Tudo farinha do mesmo saco. O 25 de Abril é logo ali, que tal uma revoluçãozita?

Briseis disse...

Caminhante, eu sou uma das doidas que, mal por mal, preferia ver lá o Sócrates. Claro que ele errou, claro que foi grave, mas de cada vez que ouço todos os outros chefes de partido e deputados falar, com tanta crítica mesquinha, com tanta ameaça velada, tanta pompa e vaidade, tanto interesse em saltar para o poleiro, mais me convenço que Sócrates é mesmo um mal menor, se comparado com eles, que acham que toda a gente é burra e seriam capazes de resolvem tudo em dois dias.

mafaldinha disse...

Eu fico parva! A sério???!!!

Leolpoldo disse...

Mas quem é que diz que os portugueses na sua maioria são inteligentes?

Não deve haver povo mais fácil de enganar e de ser levado por promessas -que de antemão já sabem que não podem vir a ser cumpridas - do que aquele que vive há 9 séculos no 'jardim a beira mar plantado'.

As idiossincrasias lusitanas são atávicas. Estão no sangue.
Só uma transfusão sanguínea colectiva com um tipo de sangue mais viril nas veias das massas talvez , repito talvez, pudesse vir a alterar alguma coisa no comportamento de rebanho que existe a escala nacional!

Marta disse...

É triste ver que cerca de 30% do povo português quer continuar com PS. Nos últimos 15 anos o PS governou 13 e os resultados estão à vista, não digo que o PSD faça muito melhor mas continuar na mesma é que não...

Paula disse...

Em Março recebi um email com a seguinte sondagem: Se as eleições fossem hoje, em quem votava?
PS:32%
PSD:28%
CDS-PP: 14%
CDU:6%
BE:7%

As sondagens valem o que valem mas se os portugueses são assim tão ignorantes? São! 32% deles, sãO!

Miguel Ângelo disse...

Ao longo desta democracia tem-se verificado que quando o PS faz borrada corre-se logo a votar PSD e vice verso, pois é hora de verificar as pessoas e não os partidos.

Joana disse...

Está na hora de emigrar!

Amélia disse...

Os portugueses continuam ignorantes depois de cairmos no buraco socialista, armadilhado?
É preciso fazer melhor, muito melhor!
Quem paga o desastre? Quem o provocou, ou agravou de forma monstruosa, desde há seis anos!
Subir impostos? Despedir funcionários e trabalhadores? Cortar salários, reformas e pensões? Soluções fáceis, cobardes. As grandes empresas, tão odiadas, negoceiam saídas ou pré-reformas.
O Estado foi transformado em "empresa-negócio" de uns quantos, assessores, "amigos da repartição", financiadores, de forças partidárias, não unívocas...
Porque não proibir obras novas, não essenciais?
Porque não suspender, já, as não iniciadas?
Porque não proibir novas assinaturas de contratos supérfluos ou não absolutamente imprescindíveis?
Porque há-de ser o Estado dos cidadãos, a pagar tudo, a todos?
Porque não parar, já, com as ppp?
E a propaganda, das empresas de comunicação do Estado, pagas por nós, para enganar e iludir, até quando se permite?

Endividados como estamos, a pedir emprestado, para pagar dívidas anteriores e para comer, o que faria um bom pai de família? Ou estarão em vias de extinção?

O síndroma do "leitinho com chocolate", dos óleos alimentares, da coca-cola e agora do golfe, não augura nada de bom. A voz aos cidadãos?

Ainda há portugueses que insistem no mesmo!

.....

Rosa Carioca disse...

Não suporto tanta politicagem...

Utópico disse...

O grande problema é que entre os dois partidos que têm hipóteses de ganhar (PS e PSD) venha o diabo e escolha.

O actual PM mente com os dentes todos e se ele diz sim, já sabemos que é não, se diz que está tudo bem, então está tudo mal.

O outro, que se perfila a candidato a PM, ainda não o é e já passa a vida a mentir: primeiro não aprovou o PEC pois exigia muitos sacrifícios, depois foi dizer no estrangeiro que não aprovou pois não ia mais além; primeiro não aumentava os impostos e depois aumentaria o IVA; primeiro criticou os planos de privatizações do Governo e agora quer privatizar a CGD.

O problema é que nestes 37 anos fomos governados por estes 2 partidos, PS e PSD, e deu no que deu.

Mas há os outros, dir-me-ão! O CDS não passa de demagogia e submarinos (lembram-se??).

O BE demagogia é, pois criticam mas soluções, nem vê-las.

O PCP?? Esse então deveria ganhar o Nobel a inutilidade, pois queria que os organismos públicos vendessem os títulos de dívida que têm de outros países (de boa qualidade) para comprar dívida portuguesa, assim como, tirar do bolso direito, para por no bolso esquerdo.

o que mais me assusta é o país que vamos ter daqui a uns anos, quando os meus pequenotes forem maiores.